A Instituição

A AGES nasceu de um sonho antigo: melhorar a vida das pessoas através da educação. Eram tempos difíceis quando a Associação de Jovens para Integração Social (AJIS) surgiu em Paripiranga (BA). O Brasil começava a se desvencilhar de um terrível regime ditatorial que nos herdara desigualdades econômicas e sociais gravíssimas. Apesar das dificuldades, continuamos sonhando. E foi o sonho do seu principal mentor, professor José Wilson, que fez o projeto AJIS, com “j”, se solidificar, dar certo e evoluir para a AGES como a conhecemos hoje, presente do indicativo do verbo “agir”: fazer agir, tu ages.

Desde a sua fundação em 1982 até o presente momento, as conquistas alcançadas pela AGES foram inúmeras: dar acesso à educação para pessoas carentes, transformar-se em referência regional de educação básica, atender a um número expressivo de estudantes de sua cidade de origem, Paripiranga, e toda a região, ofertar cursos de nível superior, investir na qualificação das pessoas, ser referência em educação superior, tornar-se centro universitário, abrir novos campi para levar às regiões mais necessitadas uma educação superior de qualidade, ofertar o curso de Medicina, abrir cursos de pós-graduação: esses foram apenas alguns dos sonhos que hoje passam a compor a história da AGES.

Sonhos obviamente que jamais poderiam se concretizar se estivéssemos sozinhos. Como costumamos dizer, a AGES somos todos nós que dela fazemos parte. A AGES está onde estão os estudantes e as estudantes que investiram e investem o seu projeto de vida em uma formação de qualidade para melhoria de suas vidas e de suas famílias. É por esse motivo que cada vez mais temos investido em levar até vocês a possibilidade de ingressar em um curso superior de excelência. Como diria Milton Nascimento, na sua canção “Nos bailes da vida”, todo artista tem de ir aonde o povo está. Do mesmo modo, a escola igualmente tem de ir aonde o estudante está.

A AGES é uma grande escola. Desde o começo dos anos 1980, quando era referência para Paripiranga, nos anos 1990, quando passou a ser referência na Bahia e em Sergipe e hoje referência nacional em educação. Tudo isso são sonhos que foram realizados porque foram sonhos que todos nós que fazemos a AGES sonhamos juntos. Agora, a AGES chega na cidade de Jacobina para que também possamos construir um futuro de muita prosperidade para todos os que vivem aqui e sonham.

A AGES tem como aspiração proporcionar condições concretas para a melhoria da qualidade de vida da comunidade de Jacobina e região, direcionando suas políticas e planos de ação rumo à contextualidade da Faculdade, da função político-social que lhe cabe e na contribuição que as ciências que embasam seus cursos e as pesquisas desenvolvidas trarão às instituições, ao sistema produtivo e ao substrato social onde fincou suas raízes.

A AGES e o Curso de Medicina estão intimamente identificados com a realidade presente da região onde se inserem, com suas possibilidades de desenvolvimento e fazem da sua atuação na área da saúde sua marca ao voltar-se conscientemente para as necessidades sociais, econômicas, culturais, que, supridas, levarão a região ao seu pleno desenvolvimento. Essa integração regional é realizada pela formação de recursos humanos através primordialmente do ensino e, progressivamente, através da pesquisa e da extensão para que possa tornar-se a pedra de apoio cultural, científico e tecnológico da população de Jacobina.

Prof. José Wilson dos Santos

Prezados Acadêmicos,

É com incomensurável prazer que os acolhemos na Faculdade AGES de Medicina. Um espaço em que a excelência em educação superior é sua principal marca.

Aspiramos a que este seja um momento único na sua trajetória pessoal e profissional, tendo em vista os novos espaços, as pessoas e as experiências enobrecedoras que você terá, desde o primeiro período, no curso de Medicina de nossa instituição.

Com a participação de nossa equipe e a crescente chegada de estudantes de todo o Brasil, a AGES figura entre as mais importantes instituições de referência, mantendo sua posição de elevado conceito entre as congêneres de todo o país.

Através dos cursos que oferece, a AGES visa à formação humanizada para uma melhor inclusão do homem no mercado de trabalho e sua participação no processo transformacional da sociedade. Por isso, o compromisso com a manutenção da qualidade de ensino e com a seriedade das atividades propostas é um desafio constante dos ageanos.

Destarte, a confiança que cada um de vocês deposita em nosso trabalho, caríssimos alunos e caríssimas alunas, é motivo de orgulho e responsabilidade para que a nossa Instituição continue a empreender esforços que correspondam às suas expectativas durante cada semestre letivo.

Sejam, portanto, bem-vindos ao mundo do conhecimento e permitam que a AGES os transforme para melhor!

A Faculdade AGES objetiva ser locus de referência no Estado, assumindo o compromisso institucional de promover o desenvolvimento educacional da região através do oferecimento de Ensino Superior de qualidade na área de sua competência, integrado à pesquisa e à extensão. Essa meta coloca-se como um desafio, como um objetivo a ser perseguido. A partir deste compromisso, a Faculdade AGES define sua política de trabalho em consonância com as necessidades e expectativas gerais da sociedade local e em interface permanente com o mercado de trabalho global e o sistema Educacional.

A Faculdade AGES está comprometida com a transmissão e construção do saber, com a pesquisa, com inovações, com o ensino e formação profissional que contemple conhecimentos, habilidades e atitudes necessárias à atuação do cidadão, bem como com a educação continuada e a cooperação internacional, a fim de contribuir com um desenvolvimento sustentável.

Como centro de pesquisa e criação de saber, a Faculdade AGES irá contribuir na resolução de certos problemas que se põem à sociedade através da formação intelectual e política dos futuros dirigentes. No âmbito social, a Instituição provocará e participará de debates sobre as grandes questões éticas e científicas com as quais a sociedade se defronta.

Preocupada com a flexibilidade, a Faculdade AGES preservará, sempre que possível, o caráter pluridimensional do ensino superior, proporcionando ao acadêmico uma sólida formação geral, necessária à superação dos “desafios de renovadas condições de exercício profissional e de produção de conhecimentos” Nesse sentido, adotará a prática do estudo independente, na perspectiva da autonomia intelectual, como requisito à autonomia profissional e o fortalecimento da articulação da teoria com a prática através da pesquisa e coletiva através da participação em atividades de extensão.

Para concretizar sua política de formação, a Faculdade AGES tem como filosofia: “Promoção de ensino de qualidade através da criação e desenvolvimento de atividades      acadêmicas que considerem os conhecimentos, as habilidades e as atitudes essenciais à formação profissional”.

A Faculdade AGES de Medicina oferecerá um ensino superior diferenciado que propicie a formação de novos profissionais com visão do futuro, inteiramente adaptados à região de influência da instituição.

Possui, desde a implantação, objetivos e projetos definidos, que buscam, por meio da integração e harmonia entre a Instituição, dirigentes, gestores do SUS e a comunidade local, atingir qualidade e excelência em produtos e serviços de saúde, procurando atender as necessidades de um mundo em transformação.

Atuará nas modalidades do ensino de graduação presencial: bacharelado e tecnológico de acordo com a área do conhecimento definida pela classificação internacional EUROSTAT, UNESCO e OCDE, conforme segue: Saúde e Bem Estar Social.

Além dos cursos de graduação, Faculdade AGES oferecerá  cursos de pós-graduação “lato sensu” e “stricto sensu” na  área do conhecimento de acordo com a definição da CAPES, conforme segue: Ciências da Saúde.

A Faculdade AGES de Medicina pretende ser identificada por seu caráter socioeducacional e, cuja atuação estará voltada para formação de profissionais qualificados por meio da sistematização dos cursos, baseada no ensino e na pesquisa, além da extensão universitária e da pós-graduação, constantemente revisados e atualizados, bem como o desenvolvimento de projetos específicos na área da saúde  para atendimento à comunidade ou aprofundamento de estudos.

O acompanhamento das atividades será feito por avaliações diagnósticas, autoavaliações ou avaliações externas buscando a articulação entre os diferentes setores.

O compromisso com os princípios de qualidade e contemporaneidade permitirá a Faculdade AGES de Medicina incorporar em seu projeto acadêmico as funções de ensino, pesquisa e extensão possibilitando um trabalho educacional articulado com as demandas regionais e nacionais nas suas necessidades de saúde.

Assim, ficam asseguradas as condições para aprendizagem permanente, a contribuição na proteção e consolidação dos valores da sociedade, entre eles, a justiça, a ética profissional, o respeito pelo ser humano, a igualdade, a liberdade de expressão, a solidariedade e a verdade.

Formar profissionais num cenário de aceleradas transformações culturais, sociais e científicas da sociedade contemporânea requer conhecimentos de valores que contribuem para práticas integradoras, emancipatórias e inclusivas, formando profissionais reflexivos e críticos, agindo sobre especificidades locais sem perder a dimensão global.

Tomando como base essa filosofia, a Faculdade AGES tem seu projeto pedagógico cimentado num conjunto de princípios que configuram sua identidade e expressam sua missão de: “Servir como elemento de desenvolvimento e construção do saber, criando alternativas de soluções para os problemas postos pela sociedade, referenciando-se na ciência e tecnologia como fator de avanço e progresso da humanidade”. “Formar seres humanos pessoal e profissionalmente competentes, de forma que possam contribuir para a melhoria da qualidade de vida da sociedade, através da sua atuação profissional e pessoal”.

Ser Humano é aqui entendido como um ser social, político, histórico, que vive determinadas relações sociais de produção em determinado momento. O seu agir produz bens materiais, mas, também, o seu próprio modo de ser. A essência do Ser Humano encontra-se no trabalho, através do qual ele transforma o mundo e se transforma.

“Promover a formação generalista dos profissionais das áreas da saúde, humanas e tecnológicas, com ensino de qualidade voltada para as necessidades regionais e nacionais”.

Para garantir sua missão, a Faculdade AGES pretende organizar a educação que desenvolve em torno de quatro aprendizagens fundamentais, recomendadas pelo “Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o século XXI”.

“Aprender a conhecer” – caracterizado pela busca do domínio dos instrumentos do conhecimento com a finalidade precípua de descobrir, compreender, fazer ciência;

“Aprender a fazer” – entendendo-se que, embora indissociável do aprender a conhecer, o “aprender a fazer ” refere-se diretamente à formação profissional, na medida em que se trata de orientar o acadêmico a pôr em prática os seus conhecimentos, adaptando a educação à configuração do trabalho na sociedade atual;

“Aprender a viver juntos” – constituindo-se num grande desafio para a Educação, tendo em vista que trata de ajudar os alunos no processo de aprendizagem para a participação, a cooperação e, sobretudo, para a busca coletiva de soluções para os problemas contemporâneos;

“Aprender a ser”– integrando as três aprendizagens anteriores e caracterizando-se pela elaboração de pensamentos autônomos e críticos que contribuam na formulação de juízos de valor, formando assim um cidadão e profissional decidido e preparado para agir nas diferentes circunstâncias da vida.

Tendo como premissa básica a ideia de que toda instituição de ensino superior deve estar voltada ao desenvolvimento do indivíduo e da região em que está inserida, a Faculdade AGES impõe essa missão considerando que a educação em nível superior tem como responsabilidade formar indivíduos participativos capazes de analisar e refletir sobre o seu papel na sociedade e, consequentemente de apresentar soluções para minimizarem os problemas sociais e educacionais de sua região. A Faculdade AGES tem como propósito principal construir novos conhecimentos necessários para o desenvolvimento das regiões nordeste da Bahia e centro-sul de Sergipe e Jacobina e região e para a melhoria da qualidade de vida das pessoas; formar profissionais competentes nas áreas de educação, saúde, justiça, contabilidade e administração, partindo do pressuposto de que é através da educação que se promove a melhor qualidade de vida e se contribui para o desenvolvimento da região e do país. A AGES acredita que a educação constitui a única saída para a resolução dos problemas sociais, uma vez que forma indivíduos para participarem como sujeitos transformadores de seu meio, agentes do processo de desenvolvimento e multiplicadores do conhecimento. Esta é a missão de que a Faculdade AGES se incumbe: a de promotora do desenvolvimento da região e da melhoria da qualidade de vida através da educação.

Ser reconhecida como Centro de excelência na atividade de Ensino, no desenvolvimento e divulgação de pesquisas e na gestão criativa e empreendedora de projetos sociais.

  • Desenvolvimento regional e global;
  • Compromisso social;
  • Ética no relacionamento;
  • Pluralismo de ideias;
  • Tecnologia a serviço da humanização;
  • Profissionalização de vanguarda.
  • A partir desta perspectiva, o ensino será pautado pelas seguintes diretrizes:

DA GRADUAÇÃO:

 

Para a graduação, finalidade do processo, a Faculdade AGES oferecerá:

– Adoção de uma concepção humanista de educação, com respeito às diferentes abordagens pedagógicas, para introduzir índices crescentes de melhoria qualitativa na formação e no desempenho acadêmico.

– Qualificação da oferta de Cursos à comunidade, com estudos que identifiquem a demanda regional acompanhando a evolução científica e tecnológica.

– Compromisso com um referencial teórico que favoreça uma prática pedagógica dialética.

– Apropriação, produção e socialização de um conhecimento mediado pela realidade histórico-geográfica, nas dimensões político-social, educacional, econômica e cultural.

– Estreitamento das relações com a comunidade pela articulação do ensino com a pesquisa e a extensão;

– Qualidade do ensino pela integração de pessoas e objetivos nas alterações e acompanhamento das atividades curriculares;

– Garantia de infraestrutura adequada para desenvolver a qualidade de ensino.

 

·         DA PESQUISA:

 

A pesquisa, considerada como processo mediador no desenvolvimento de aprendizagens e de conhecimentos científicos, será desenvolvida institucionalmente, a partir das seguintes diretrizes:

– Articulação da investigação científica ao ensino e à extensão, na busca de soluções para o contexto local e regional;

– Fortalecimento da pesquisa como princípio educativo, articulando formas de divulgação e comunicação da produção acadêmica institucional;

– Estímulo ao aperfeiçoamento constante de docentes/pesquisadores, viabilizando o acesso às fontes financiadoras de pesquisa;

– Fomento aos grupos de pesquisa, a partir das linhas básicas de pesquisa na graduação, articuladas à extensão e pós-graduação;

– Viabilização de intercâmbio de pesquisadores, em nível nacional e internacional, para ampliar a disseminação da produção científica da instituição e seu uso nos diversos setores da vida social.

·         DA EXTENSÃO:

 

A extensão é considerada uma atividade de participação acadêmica nos serviços ofertados à comunidade, permitindo-lhe acessar e usufruir do conhecimento produzido na Faculdade AGES. É também uma ação que possibilita a Faculdade AGES rever sua filosofia e diretrizes no cumprimento de sua missão.

Nesta perspectiva, a extensão se desenvolverá pautada nas seguintes diretrizes:

– Estímulo à participação da comunidade acadêmica na problemática social, local e regional, evidenciada por um posicionamento técnico-político de ação-reflexão-intervenção na produção de serviços e conhecimentos à população local e regional;

– Acesso à comunidade de informações e conhecimentos, necessários para a melhoria da sua qualidade de vida;

– Implementação da educação permanente de forma integrada, através de programas de atualização e qualificação profissional, em parceria com outras entidades e órgãos institucionais, no contexto regional;

– Apoio às iniciativas de atividades curriculares, relacionadas ao ensino e a pesquisa que favoreçam a inserção da Faculdade AGES na comunidade;

– Viabilização de formas de divulgação e socialização de projetos, programas de extensão e fontes financiadoras no contexto institucional;

– Promoção do diálogo com o setor produtivo e comunitário, no levantamento das reais condições e necessidades das comunidades, situadas no espaço de abrangência da Faculdade AGES;

Essas diretrizes norteadoras requerem estratégias educativas variadas no pensar e fazer acadêmicos da Unidade que buscará gradativamente:

– Construção coletiva – expressa na intenção e prática de cada segmento que constitui a Unidade, levando em conta a articulação dialética, diferenciação e integração, globalidade e especificidade;

– Interação recíproca com a sociedade – caracterizada pela educação e desenvolvimento econômico-social sustentáveis, reafirmando o seu compromisso como potenciadora da formação humana e profissional;

– Construção permanente da qualidade de ensino – entendida e incorporada como processual e cotidiana da graduação e da pós-graduação, indagando continuadamente sobre:

Que tipo de sociedade temos e queremos?

Qual a função da Faculdade frente às novas relações sociais e de produção?

Qual o perfil do profissional a formar frente às exigências do mercado de trabalho?

– Integração entre ensino, pesquisa e extensão, buscando a construção de um processo educacional fundamentado na elaboração de conhecimentos, objetivando a apreensão e intervenção na realidade enquanto uma totalidade dinâmica e contraditória;

– Extensão voltada para seus aspectos fundamentais, quais sejam, tornar a coletividade beneficiária direta e imediata das conquistas do ensino e da pesquisa, socializando o saber universitário e a coleta do saber não-científico elaborado pela comunidade para, estruturando-o em bases científicas, restituí-lo a sua origem.