Dúvidas frequentes 2018

Pode transferir o FIES de qualquer curso ou instituição para o curso de Medicina de Jacobina?

Resposta: Sim, é possível fazer a transferência desde que ela esteja de acordo com as diretrizes, prazos e políticas específicas de transferência do FIES.

A Faculdade aceita transferência externa para o curso de medicina?

Resposta: No momento não. Como o curso está iniciando e o currículo é interdisciplinar não há possibilidade de aproveitar estudos anteriores.

Sou portador de diploma, posso participar do processo seletivo de Medicina?

Resposta: Sim, desde que tenha nota do ENEM a partir de 2010 acima de 500 pontos. Porém, não há possibilidade de aproveitar estudos anteriores, já que o curso está iniciando e o currículo é interdisciplinar.

Qual o valor mensalidade para o curso de Medicina?

Resposta: Dispomos de diversas políticas de descontos e benefícios para pagamento das mensalidades. O valor inicial da mensalidade para o curso de Medicina é de R$ 8.100,00.

Quando será o início das aulas?

Resposta: A grande solenidade de início das aulas será no Anfiteatro Eiffel, do Centro Universitário AGES em Paripiranga, dia 23/02/2018, com a presença dos estudantes e seus familiares.

Qual é a data do vestibular?

Resposta: Não haverá aplicação de prova. O candidato se inscreve, aguarda a confirmação dos dados, paga o boleto e aguarda o resultado da primeira fase, dia 07/02/2018, pela nota do ENEM informada no ato da inscrição. A segunda fase será presencial, nos dias 18 e 19/02/2018, no Campus da Faculdade AGES de Lagarto, para construção e apresentação do Plano de Formação Profissional.

O curso de Medicina aceita programas de financiamento?

Resposta: No momento haverá 4 bolsas integrais custeadas pela AGES para estudantes de baixa renda. Os financiamentos governamentais serão possíveis a partir do próximo semestre, de acordo com as diretrizes do governo.

Não tenho nota do ENEM e sou portador de diploma, posso concorrer à vaga para o curso de Medicina?

Resposta: Conforme consta no Edital 07/2017, para concorrer à vaga no curso de Medicina é necessário ter média no ENEM igual ou superior a 500 pontos em uma de suas edições a partir de 2010.

Sou estudante de graduação na AGES e quero transferir para Medicina. Posso?

Resposta: Transferir, não. Mas pode, sim, se inscrever como estudante ingressante (desde que tenha ENEM a partir de 2010 com nota igual ou superior a 500 pontos). Ou seja, não haverá aproveitamento de disciplinas já cursadas em nenhum momento da graduação, tendo em vista ser um curso que está iniciando nesse momento e as disciplinas terem um currículo interdisciplinar diferenciado.

Como posso me inscrever para tentar uma bolsa para Medicina?

Resposta: A primeira regra a ser atendida se refere à renda familiar, que não pode sob nenhuma hipótese ultrapassar um salário mínimo por familiar (residente na casa em que o estudante vive). O segundo critério é a soma do patrimônio do candidato e do seu grupo familiar que não pode ultrapassar R$ 300.000,00 (trezentos mil reais), além do valor do imóvel de residência da família, em avaliação a ser feita por profissionais técnicos do segmento. Atendida a essa condição, as bolsas serão distribuídas de acordo com a nota do ENEM dos candidatos que se inscreveram para bolsas e comprovação da situação econômica familiar a partir da apresentação de documentação comprobatória exigida no Edital e entrevista. Importante informar que o candidato que vai concorrer à bolsa deve informar isso no ato da inscrição (há o campo específico no formulário).

Como posso concorrer a bolsas?

Resposta: A AGES ofertará 04 bolsas integrais para o curso de Medicina em 2018.

O candidato deverá informar que tem interesse em concorrer à bolsa no ato da inscrição (especificando inclusive se concorrerá às bolsas integrais).

Além da documentação e da participação nas duas fases obrigatórias de seleção comuns a todos os candidatos, os que concorrem às bolsas precisarão apresentar documentos adicionais referentes à condição econômica da família e participar de uma entrevista.

Só poderá concorrer às bolsas os candidatos que apresentem renda per capita de até um salário mínimo meio. Ou seja, somando-se toda a renda familiar (dos parentes/residentes na mesma casa) e dividindo este valor total ao número de pessoas que moram na respectiva casa.

Um exemplo para ilustrar: suponhamos que eu e meu companheiro, somando os nossos salários, ganhamos R$ 3.500,00, logo, a renda per capita aqui em casa seria R$ 1.750,00 (no caso, quase dois salários mínimos), R$ 3.500,00 dividido por 2 (duas pessoas residentes aqui em casa) resulta em R$ 1.750,00.

Em quais casos poderá haver isenção da taxa de inscrição?

Resposta: Em nenhum caso haverá isenção da taxa de inscrição. Mesmo para os candidatos às bolsas, o pagamento da taxa de inscrição é obrigatória.

Quais convênios a AGES dispõe para as aulas de Medicina durante o curso?

Resposta: A AGES dispõe de convênios com o Hospital Municipal Antônio Teixeira, com aproximadamente 150 leitos, e mais 17 Unidades de Saúde da Família, uma UPA, Unidade de Pronto Atendimento, e mais o Hospital de Miguel Calmon, situado a 30km Jacobina-BA; além de unidades privadas de saúde, entre elas a Clínica Santa Barbara.