Centro Universitário AGES Comitê de Estudantes - Centro Universitário AGES
(75) 3279-3600/2210 faleconosco@uniages.edu.br

Comitê-dos-Estudantes-AGES_logo-3

Voltar

O Comitê de Estudantes é um segmento da instituição que tem por finalidade acompanhar e analisar as questões acadêmicas diretamente relacionadas ao ensino, à pesquisa e à extensão, de maneira a fortalecer a indissociabilidade entre tais funções, e contribuir para  o processo de tomada de decisões no UniAGES e da Comissão Própria de Avaliação – CPA, no que se refere a programas, projetos, e demais atividades no âmbito acadêmico. Para tanto, o comitê terá como interlocutores, dois representantes de cada colegiado escolhidos pelo Comitê de Gestão Acadêmica, um acadêmico de cada calendário: noturno e alternativo.

Refletir na Era do Conhecimento, neste período de transição, que se contextualizam as IES. Tendo em vista, as dificuldades em identificar-se um consenso acerca do conceito emergente de Gestão do Conhecimento no meio acadêmico, cabe a Faculdade AGES desenvolver estratégias de socialização e compartilhamento do conhecimento, priorizando o processo de aprendizagem, envolvendo os membros que compõem a instituição no gerenciamento, através da adoção de uma cultura de permanente aprendizagem em que se desenvolvem habilidades e competências em um ritmo acelerado, para que se posicione na vanguarda da qualidade do conhecimento e do desenvolvimento sustentável de toda a sua comunidade acadêmica. Foi com o propósito de oferecer um ensino cada vez mais de qualidade e que atenda as reais necessidades dos alunos que se decidiu criar um Comitê de Estudantes. E que estes possam participar diretamente das discussões que influenciarão os rumos da instituição.

Promover um estilo de administração dinâmico, democrático e que  valorize as pessoas que fazem parte do processo foi uma escolha do  UniAGES em optar por uma gestão participativa, metodologia que visa o desenvolvimento e a participação do indivíduo. E é dessa forma, que entendemos a existência do verdadeiro compromisso e cumplicidade. Dividir responsabilidades, participar do estabelecimento de objetivos e metas, debater, decidir e traçar os rumos da educação que queremos.

Quando o sujeito se percebe parte integrante e importante do processo, trabalha com mais empenho, satisfação e motivação. Com a administração participativa ocorre o fim da relação dominante versus dominado. No processo participativo é possível aprender, modificar, aperfeiçoar, evoluir, pensar e agir – coletivamente. Assim, surge a inovação, a engenhosidade, a pró-atividade, fazendo com que os objetivos comuns, que interessam a todos, se sobreponham aos interesses individuais. Os relacionamentos se fortaleçam e o espírito de cooperação torna-se imperioso. Tudo isso decorre da gestão participativa, do engajamento de todos.

Entendendo que os resultados obtidos pela participação compartilhada na gestão do ensino superior reproduzem a grandeza da qualidade dos serviços oferecidos e que nesse contexto todos têm imensuráveis ganhos políticos, gerenciais, acadêmicos e institucionais. Explicitando que as funções consideradas de natureza política, formam o reconhecimento do curso, a uma postura motivadora de professores e alunos, a uma representatividade legítima de seu curso, de propagação sócio-acadêmica e responsabilidade pela vinculação do curso com os demais anseios e demandas do mercado. No que se refere às funções gerenciais, identifica quesitos que revelam a competência da direção, coordenadores e orientadores na gestão propriamente dita. No que se refere às atividades institucionais, a responsabilidade pelo sucesso dos alunos na promoção pessoal.

Desse modo, é possível oferecer um ensino no Centro Universitário AGES que prioriza a troca de experiências, o debate e a reflexão acerca dos procedimentos e os caminhos a serem seguidos pela instituição. É desafiante o papel de cada membro do Comitê dos Estudantes, e cada um é considerado um “gerente do conhecimento”, produzindo resultados com impactos quantitativos e principalmente qualitativos para a excelente formação acadêmica do ageano.