(75) 3279-2210/3600 faleconosco@uniages.edu.br

Diretoria de Ensino Promove Momento de Formação Continuada para Professores do Colegiado de Psicologia

IMG_5167

“Escutar-se na própria formação contínua da prática docente é premissa fundamental para fazer-se a cada dia novo professor” (Prof. Jaldemir).  Foi nesta perspectiva que, na última quinta-feira, 30/04, a Diretoria de Ensino promoveu para o colegiado de Psicologia e  professores convidados um dia de escuta em formação docente.

Durante um dia de trabalho, os professores puderam vivenciar uma aula estruturada, nos parâmetros das metodologias, apresentada pela professora Flávia Tavares. Posteriormente, foram lidos e analisados depoimentos de estudantes sobre as aulas dos professores e o próprio método pedagógico da instituição. Foi um momento de muito escutar-se na perspectiva dos estudantes.

Na sequencia, formou-se uma roda de conversa, no estilo grupo focal, para relato de experiências das aulas dialogando com o modelo apresentado, os depoimentos dos estudantes bem como um debate das dúvidas. O grupo foi se ouvindo, colocando suas questões e aprendendo com as múltiplas experiências relatadas.

Após esse momento, o prof. Jaldemir fez as considerações e apresentou possibilidades de trabalho a partir das dúvidas e construções ouvidas. Como resultado, o grupo elaborou novos princípios e comprometeu-se a acrescentar novas ações à prática da aula estruturada. Foi um fazer-se, refazendo-se novo professor.

Para o professor Gustavo Landini, “O trabalho realizado neste dia, me proporcionou a possibilidade de ouvir meus colegas de trabalho e ainda, verificar que minhas ideias foram ouvidas, pois o grupo foi compacto e o trabalho bem conduzido aos pontos pertinentes. Quando estamos em um grupo com muitos professores e muitos colegiados, nossa voz parece não ser ouvida, parece ser diluída entre muitas falas. E o melhor, hoje fomos criticados pelas nossas condutas em sala e toda crítica gera evolução.”

De acordo com o Professor Elder Magno, “o encontro formativo significou o colegiado em ato, a formação como processo de escuta, compartilhamento e caminhar, indicando que o trabalho pedagógico se dá também no diálogo, na identificação, na troca de experiências cujo efeito é aprendizagem com significado. A reunião nos colegiados mostra que a participação não é um ou outro se colocando como exemplo para uma plateia ou um palestrante que detém o saber, mas participação se constitui como método, caminho de aprendizagem e co-responsabilização, afinal aprender também é sair de lugar e o colegiado tem essa potência de nos desacomodar e nos implicar naquilo que fazemos.

Para a Professora Lívia Alves “Participar da reunião de capacitação específica por colegiado, com treinamento e debate sobre o método ativo envolvendo um menor número de pessoas que trabalham na mesma área ou em áreas afins foi um ganho que pude ter esse semestre.  De início, há uma diferença fundamental com relação às reuniões maiores, envolvendo todos os professores, que é o ultrapassamento do caráter avaliativo desses encontros. Num grande grupo, que necessariamente demanda outro modo de funcionamento, falar de impasses cotidianos acaba sendo mais difícil, uma vez que a sensação é de estar sendo avaliado por eles.  Já o grupo menor nos deixa mais à vontade para falar de nossas dificuldades, e, além disso, como são professores da mesma área reunidos, podemos também falar com mais liberdade sobre as especificidades de cada turma de alunos ou de cada conteúdo ministrado pois o que ocorre é uma parceria, com a possibilidade de, no debate, construir coletivamente saídas e soluções para avançar na aplicação do método ativo – sem o peso da avaliação”.

Por fim, a Coordenadora do Colegiado de Psicologia, Professora Ericka Fonseca ressaltou que “O trabalho realizado pela Diretoria de Ensino privilegiou os professores como atores e autores do processo de formação, valorizou não só a aquisição de novos conhecimentos acerca da metodologia ativa, mas sobretudo o desenvolvimento de práticas profissionais em consonância com a realidade do colegiado e princípios institucionais. O encontro promoveu espaço para que os professores individualmente e em grupo refletissem sobre as suas práticas numa perspectiva de construção de saberes a partir do compartilhamento de experiências, análise e contextualização que contribui significativamente para a atualização contínua, profissional e pessoal”.