Publicado em 07/08/2019

 

O contato direto e cotidiano com a equipe de colaboradores da AGES caracteriza uma das marcas fundamentais que se consolidou ao longo dos seus 37 anos de existência, que é a gestão participativa. Com isso, na medida em que todos podem externar suas opiniões, fazer suas considerações e questionar quando houver dúvidas, importantes reflexões são desenvolvidas e as soluções passam a ser mais amplas e a atender as pessoas de modo mais integral.

 

Nessa perspectiva, considerando que a gestão participativa também é uma das marcas fundamentais das instituições que fazem parte do grupo educacional Ânima, nesta quarta-feira (07/08), integrantes da nova equipe de gestão da Rede de Ensino AGES reuniram-se com os colaboradores da unidade para discutir questões relativas à missão, aos valores e ao processo de integração da instituição.

 

Na ocasião, o diretor-executivo Guilherme Guerra, professor universitário com mestrado em Administração com ênfase em Marketing, pela FUMEC – Faculdade de Ciências Empresariais, iniciou sua fala contando um pouco de sua trajetória pessoal e profissional, apresentando, a seguir, aos colaboradores, um pouco dos princípios que norteiam o trabalho da Ânima, entre eles a transformação do país pela educação, sendo referência em práticas inovadoras de aprendizagem e gestão, respeitando a pluralidade, a valorização das pessoas e o compromisso com o desenvolvimento sustentável, conforme estabelece a visão institucional da Ânima.

 

O vice-presidente de Operações, Ricardo Cançado, economista formado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Minas Gerais, ressaltou o compromisso que a Ânima possui em oferecer uma educação de qualidade, capaz de transformar a vida das pessoas, utilizando as tecnologias como recursos de apoio para uma formação mais integral interligada ao respeito das culturas regionais e das especificidades locais. Foi possível perceber, diante das falas da equipe, que os eixos norteadores do trabalho da Ânima sempre estiveram extremamente próximos ao que a AGES tomou como referência ao longo de sua formação e expansão.

 

Os colaboradores tiveram a oportunidade de fazer as suas colocações, questionando a equipe diretora acerca das possíveis mudanças que venham a ocorrer e indicando situações que deverão receber atenção no andamento do ano letivo, tendo em vista o compromisso que a AGES sempre manteve em trabalhar para tornar a rotina dos estudantes mais confortável e propícia a uma aprendizagem mais significativa. A diretora do setor de Desenvolvimento Humano da AGES, Aristhela Amorim, acompanhou todo o encontro, auxiliando os diretores em questões pontuais relativas ao andamento dos trabalhos, que não sofrerão mudanças.

 

Ficou claro para a equipe que a Ânima, corroborando com o que a AGES sempre adotou para si ao longo de sua existência, agrega-se a esta para a consolidação de uma missão educacional grandiosa e de extrema importância para o Brasil: oferecer uma educação de excelência, pois a transformação de um país perpassa, necessariamente, por uma transformação na educação. Considerando os recursos educacionais e tecnológicos que estarão à disposição da AGES, com a incorporação recém-anunciada, os professores, colaboradores e, principalmente, estudantes passarão a obter melhorias cada vez mais significativas em sua formação humana e profissional.